Buscar
  • Equipe La Petite

Marketing digital: ciência ou arte?

Atualizado: 13 de Mar de 2019

Na era da economia em rede, não é segredo que o consumidor de hoje está ficando mais e mais digital, e tudo em nossas vidas pessoais e profissionais está conectado e pode ser rastreado. Tem sido estimado que em 2020 haverá 2,5 bilhões de conexões entre as pessoas em redes sociais.


E neste cenário, muito tem se falado sobre marketing digital e cada vez mais as pessoas querem entender qual é a mágica disso para as marcas e negócios que tem surgido.


Em um mercado saturado, barulhento e competitivo, ser digital é uma forma de ser notado e nesse ponto sim é necessário ser criativo. Afinal, não é a ciência que se conecta emocionalmente com o consumidor, mas a criatividade e a arte em si que geram essa proximidade.


O fato é que, perante a concorrência cada vez mais acirrada, as crescentes expectativas de um consumidor cada vez mais digital e orçamentos cada vez mais apertados, a criatividade por si só não é mais suficiente.


Artes elaboradas e imagens pensadas em cada consumidor conquistam e geram destaque entre tantos layouts que não passam de mais do mesmo, porém é necessária uma inteligência por trás disso.


A característica mais marcante do Marketing Digital é entrar no espírito do consumidor e entender seu comportamento através de métricas e padrões. Isso é a ciência! É entender os parâmetros dentro de cada ferramenta de rede social ou de busca e assim garantir uma experiência cada vez mais assertiva para os usuários e mais vendedora para as marcas.

Não se trata só de fazer um post bonito ou de ter um site. A comunicação precisa ser eficiente. E assim como a receita do bolo, a parte científica é bem cruel. Precisa ser a arte certa, no horário certo, com a frase certa, dentro de uma estratégia certa, e ai sim, podemos entender os resultados dos comportamentos dos usuários e começar a trabalhar para gerar retorno em números e vendas.


A tecnologia empregada hoje nas plataformas digitais, permite que absolutamente tudo seja analisado. As mais recentes ferramentas de marketing e métodos de métricas estão permitindo que os profissionais de marketing possam fazer análises com mais facilidade, fazendo a ligação entre melhorar a marca (Branding) e vendas resultados.


O contraponto é que talvez por isso os profissionais da área tem se tornado mais científicos do que artísticos, deixando de lado muitas vezes considerações relativas ao branding e identidade visual que certamente geram a proximidade, conexão e fidelidade dos usuários com as marcas.


O Ambiente digital é o lugar onde a ciência pode nos apoiar para criar campanhas cada vez mais eficientes. Sendo assim, o marketing digital deve ser visto como a intercessão entre a ciência e criatividade na busca de objetivos eficientes de negócio.


Usando os dados da maneira correta, e tirando proveito da ciência para entender os principais tópicos de interesse para o seu público, alinhando o seu potencial criativo, a fim de criar o máximo de impacto e, fundamentalmente, retorno sobre o investimento, certamente o marketing digital pode ser usado como uma ferramenta infalível de negócio!



Fonte de inspiração: http://www.publiweb.com.br/marketing-digital/marketing-digital-ciencia-ou-arte/

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo